terça-feira, 26 de janeiro de 2010

O pombo como símbolo da paz

A pomba da paz, 1949

A representação da paz pela imagem da pomba é mais nova do que o que muita gente pensa. Não vem de nenhuma referência bíblica ou cristã, mas de um quadro do pintor espanhol Pablo Picasso.

Em 1949 nasce a filha de Picasso Paloma (pomba, em espanhol), que o leva ao tema da maternidade em suas pinturas, feitas em tons alegres e coloridos. É desse período a obra A Pomba (originalmente, La Colombe de la paix), o desenho de uma pomba branca portando no bico um ramo de oliveira, este um já tradicional símbolo da pacificação. Ainda no mesmo ano a litografia de A Pomba foi usada em cartaz no Congresso pela Paz, em Paris, o que seria suficiente para se tornar um símbolo universalmente conhecido.

Guernica, 1937; exposto no Museu Reina Sofia, em Madri

Seu nome completo era Pablo Diego José Francisco de Paula Juan Nepomuceno María de los Remedios Cipriano de la Santísima Trinidad Martyr Patricio Clito Ruíz y Picasso. Inicialmente assinava suas imagens como Pablo Ruy y Picasso, depois sintetizou para Picasso. Foi e continua sendo um dos mais influentes artistas, conseguiu fama e riqueza com a arte. Suas principais obras são do estilo cubismo, ao qual pertence o mural Guernica, que retrata o bombardeio nazista à cidade homônima. Durante a ocupação de Paris pelos soldados de Hitler, um oficial nazista observou uma fotografia de Guernica e perguntou: "Foi você quem fez isso?", ao que Picasso respondeu: "Não, vocês o fizeram".

Um comentário:

  1. A pomba da paz foi encomenda a Picasso por Stalin, para utilizá-la na propaganda comunista.

    ResponderExcluir